quarta-feira, junho 14, 2006

O amor da minha vida

Agora a pouco recebi uma poesia, tb de Carlos Drummond de Andrade, denominada "Amor", enviada pela Márcia Nunes. Eu já a conhecia e ela sempre me toca muito quando a leio. Talvez pq eu sempre tenha acreditado no amor.

Qdo pequena eu brincava de boneca (Susi). A Susi tinha a sua casinha, sua mesa feita com caixas de sapato, copos de tampas de pasta de dente, pratos com tampinhas de garrafa, forrada com paninhos de crochê que eu pegava da minha mãe, embora ela não gostasse muito.

Um dia minha fada madrinha (Fátima) arrumou um namorado pra minha Susi, era o Falcon o boneco mais cobiçado da época, um galã.
Foi amor à primeira vista!
Afffffe, quantas não foram as histórias de amor que inventei entre Susi e Falcon. Quantos e quantos beijinhos... Ele cuidava dela quando ficava doente, não brigavam nunca.
Susi teve apenas aquele Falcon por companheiro.

E esta menina que brincava de bonecas cresceu.
Susi e Falcon foram aos poucos deixados cada vez mais tempo no armário até ficarem totalmente de lado, mas meus sonhos permaneceram comigo, bem guardados em meu coração.

E meu Falcon apareceu... seu nome, Cláudio.
Assim como minha Susi, eu também só tive a ele por meu namorado.
Que presente maravilhoso Deus preparou pra mim.
Somando tudo, nossa história já dura 18 anos.
Momentos bons, outros nem tanto fazem parte de nossa vida.
De todos eles, esforçamo-nos pra tirar uma lição de vida sempre tendo por base a fé em Deus e o sentimento que nos conduziu ao altar.

Hoje, nosso amor se multiplicou e amamos em quatro corações pulsantes.

Quando penso no meu marido...
- meu porto seguro, ele me transmite segurança, quando estou com ele não tenho medo de nada
- adoro dormir de conchinha com ele
- meu companheiro de todas as horas e meu melhor amigo. Embora nem sempre concorde com tudo, procura compreender-me
- um amante e tanto, pq bom amante pra mim é o homem que sabe fazer uma mulher sentir-se o máximo, saber-se desejada, admirada, mostrar que estar em companhia dela é a melhor coisa que poderia estar acontecendo naquele momento.
- um homem honesto, bom pai, marido presente, um homem de fé, que como todos os seres humanos tem defeitos, mas qualidades que me unem cada dia mais a ele.

Eu o amo.
Já choramos juntos, já sorrimos tb.
Discutimos vez ou outra, mas nunca alteramos a voz... quem ama não grita com o outro.
Penso em envelhecer ao lado dele e peço a Deus que nos dê essa graça.
Quando fazem mal a ele, dói em mim saber.
Quando o mundo desaba sobre minha cabeça, é nos braços dele que encontro minha paz.
Quando quero explodir de alegria é no beijo dele que busco minha comemoração.
Quando estou com frio, nele me aqueço.
Quando estou com fome, peço pra ele fazer uma macarronada pra gente e fica maravilhosa sempre...rs.

Quisera que todos os casais tivessem motivos pra comemorar o amor, ainda que este não seja perfeito, ainda que não lhe traga rosas...rs.
Hoje em dia ser fiel, assumir que ama é meio que fora de moda.
Que perda de tempo... amor não fica velho, amor amadurece.
E com amor a gente se torna cada dia melhor, tudo fica mais fácil.

Dedico ao meu marido, eterno namorado este post de hj retribuindo as palavras maravilhosas que ele tem dedicado a mim nestes últimos dias.
Querido, te amo... hj mais que ontem e certamente menos que amanhã.
Beijos!

E dentre outras coisas... diz Drummond, em "Amor":

(...) Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.

(...) Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela...
Se você preferir morrer, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma dádiva.


Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. (...)

8 comentários:

Natty disse...

Acabo de chegar de um outro blog que trazia o "Soneto da Fidelidade" de Vinicius de Moraes.."..que não seja eterno, posto que é chama."
Ah amor..queremos para sempre, mesmo sabendo que para sempre é tão pouco tempo..quando amamos o "sempre" não basta..o amor nos permiti ir além da vida..além de tudo..além de todos..
O amor, o belo ou incerto, depende de como é visto! Se visto como simplesmente amor, aqui colocado "da boca para fora" certamente será incerto. Porém, se amas do jeito que diz, o amor será sempre belo e, como diria Vinicius "...que seja eterno enquanto dure"..a eternidade do amor está na capacidade de amar!
há braços
PS: minha primeira vez aki (cheguei por intermédio do Jorge "Eu não sou palhaço", te vi nos comentários) e confesso que fiquei encantada com tanto açucar que coloca nas palavras destinadas ao seu maridão! Mtas felicidades para vcs!
Vou indo com a promessa de voltar

mamanunes disse...

Chorei menina..sério mesmo. Me identifico com você e tenho um amor assim como o seu aquí comigo e é sem dúvida alguma, o melhor presente de Deus. Hoje, nem as filhas, que já estão casadas, são mães e tem seus amores; elas,que pensei serem minhas por terem nascido de mim,nem elas, são tão parte de mim quanto o Márcio.
Que maravilha poder viver um amor tão grande, um privilégio. Afffff não e brinquedo.
Quanto ao blog rsssss, misericórdia, acho que agora parei num endereço, esse:
www mamanunes1.zip.net - Vamos ver... agora estou pagando, então, periga não ter mais que mudar. O template, hummm, depois que aprendi a fazer, mudo a cara toda hora kkkk depende do meu humor. Que bom que vc gostou.
Agora com sua licença, vou visitar o seu amado viu?
Um grande beijo minha querida e que Deus te conceda graça e paz na vida !

Só por Hoje disse...

Ah..tambem publico umas bobagens nesse outro endereç aquí no blogspot.
www.soporhoje.blogger.com.br
kkkkkkkkkkk
Eu sou uma bloguera compulsiva!!!
MAMANUNES

MoonLight disse...

Lindas, lindas, lindas palavras!! Como é gostoso a gente ter alguém para amar assim ,né? E, melhor que isso, ainda ver esse amor se multiplicar em filhinhos... Cada vez mais, me identifico contigo, amiga! Que legal!!
Mudando de assunto: adorei tu teres me linkado! É a primeira pessoa que faz isso, sabia? Obrigada, obrigada mesmo.

Claudião disse...

Oi Jacqueline, minha amada.

Talvez este tempo mais juntos seja um presente de Deus para nos aproximar cada vez mais.
Fico muito feliz ao saber que sentes tudo isto por mim e mais um pouco.
Sou este cara mesmo, do jeito que você conhece. Que há muito deixou de mandar flores e escrever cartas, mas que volta agora com blog e comentários.
Te amo, beijos. Que nos Deus continue nos abençoando.

SACANITAS disse...

ola jac! :)

nao acho fora de moda...
acho lindo isso!!! :)

beijosssss

Vivi disse...

Oi linda!
Como você está? Eu voltei, mas não sei ainda por quanto tempo!rs Provedor quando não quer funcionar, haja cristo que mude isso! E o pior é que ainda falam que o problema é meu computador, se tenho ele há um mês, novinho em folha, chupando bico ainda!rs Tomara que dê tudo certo e volte ao normal! Lindo seu cantinho, tudo tão perfeitinho! Lindo texto tbm! Bom final de semana pra vc e sua família!

Ná Jornalista disse...

Jacqueline,sou estranha aqui no seu blog e vim por intermédio do "jornalista sem causa"da minah chará e amiga Natty.Pois então, tenho que confessar o quanto fico feliz em ver que ainda tem gente qiue acredita no amor de verdade,eu sou uma dessas tb.Lembrei dos meus pais, que estão juntos há 26 anos, e fiquei muito feliz em reconhcê-los em tantas partes do seu texto!
Achei linda esta declaração de amor e desejo todas felicidades e bençãos de Deus sobre vc e seu marido, p/ que esse amor perdure eternamente!
Parabéns!
Ná Carvalho