segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Abro meus emails, depois de ter colocado meus filhos na cama, ao som de uma historinha do CD "Mil Pássaros" - de Ruth Rocha.
Encabeçando-os, lá estava um coment do blog, vindo da minha querida amiga que de virtual só tem o fato de termos nos conhecido numa sala de bate-papo e ainda não termos tido a oportunidade de um encontro.
Um trechinho dele dizia o seguinte:

"(...) e faço uma pequena viagem, quando nos conhecemos tudo parecia bem mais simples e falar bobabens no chat era uma das nossas maiores diversões, mas em algum lugar do caminho parece que crescemos demais, hoje tudo parece mais sério (...)"

Não preciso dizer mais nada!
Num breve parágrafo a tradução de tudo... uma reviravolta... história pra viver e contar.

2 comentários:

Núbia Lima disse...

Querida amiga! nesta nova fase descobrir que o sentir tudo que vivemos nos torna mais sensiveis e mais abertos a novos sentimentos..lembro da paciência da minha querida avô, que com um monte de retalhos tecia lindas colchas que nos aquecia nas noites frias...neste dias de reflexão, me pego lembrando o quanto fazer aquela colcha, levava tempo, trabalho....e viver é parecido com fazer colcha de retalhos, onde cada pedaço precisa ser costurado, moldado....medido... no caso da minha avó era mais complicado, ela era deficiente visual. Mil beijos, obrigado pelo carinho, tanta coisa mudou na minha vida, mas minha pretenção de escritora continua! com carinho! Núbia

Vivian disse...

Oi linda, tudo bem? Saudades de você! Este post me fez pensar muito, tenho vários amigos virtuais, mas um só me tocou o coração até hoje, é um amigo e tanto, mesmo que distante parece estar aqui pertinho de mim! E o mundo blogueiro também me fez conhecer grandes pessoas, mesmo que através de uma telinha, nos enchemde carinho, se importam com a gente e nos fazem acreditar que amizades verdadeiras existem sim! Sempre penso que um amigo virtual muitas vezes é melhor do que um que a gente vê todos os dias, pois não o vemos para julgar ou falar, simplismente estão ali, do outro lado da telinha nos dando força! É muito bom! Beijos!