segunda-feira, setembro 24, 2007

Constatações

Fim de semana na presença de pessoas queridas, amigos do grupo de casais que participamos. Inevitáveis questionamentos sobre minha permanência aqui ou não.

E me pego a pensar na questão do desapego.
Desapegar-se... novamente abrir mão e encarar tudo como uma fase, um momento que fez parte de minha história e que tinha data certa pra findar-se, um ciclo que se encerra.

Isso já aconteceu tantas vezes ao longo destes 10 anos em que estamos casados.
Me despedi de minha cidade de origem, da cidade em que morei logo que me casei, daqui, de lá e de novo daqui = 5 ciclos.

O preço disso?
Uma vida profissional picada, a dificuldade em manter laços constantes e permanentes de amizades "reais", a necessidade até por questão de sobrevivência de adaptar-se aos recomeços, mas a família sempre como prioridade em minha vida.

Por esta prioridade que sempre estabeleci por meta é que espero estar formando valores e caráter em meus filhos.
A família sempre foi tratada por mim como uma célula.
Desde o momento em que escolhi formar minha célula, adequo minha vida a ela, vivendo de altos e baixos pessoais.

Talvez esta transitoriedade em meu viver, justifique pq os amigos virtuais tomaram relevante importância em meu viver.
Eles começaram a chegar em minha vida no ano de 2003, numa de minhas mudanças, enqto eu vivenciava um especial distanciamento social recomeçando em nova cidade, sempre longe de parentes.

Algumas pessoas que conheci pessoalmente lá, ficaram lá.
Alguns amigos virtuais que conheci naquela época, acompanham-me desde então.

Este txt. pode estar com ares de lamentação.
Não, são apenas constatações.
Sei o que cada uma dessas situações gerou em mim, em especial esta que vivencio agora, "sozinha" com meus filhos.
Sei que por tudo isso posso agora afirmar sem medo:

Sou uma mulher de fibra, sim!
Sou uma mulher com coragem de despir-se de si pelos seus.
Sou uma mulher batalhadora, amiga e companheira.
Nada mais me prova o contrário.

16 comentários:

Girassol disse...

Embora todos sejamos pássaros com grandes asas que nos permitem voar pelos céus do mundo, precisamos de um ninho onde nos sintamos seguros e confortáveis.
Para mim, nada ilustra melhor essa segurança e conforto que a família. Sabemos que nenhuma é perfeita, que todas têm os seus altos e baixos, mas é no seu seio que somos mais amados e queridos, protegidos e cuidados.
Admiro muito a tua capacidade de te dares aos que amas de corpo e alma. Apesar de não conviver contigo na vida real, sinto que és uma mãe e esposa maravilhosa... basta estar atenta às tuas palavras, à tua generosidade na forma como falas deles, e a todo o amor que transborda de tuas palavras.
Tenho reparado que nem todos os momentos têm sido fáceis, mas isso só demonstra mais uma vez a tua garra e capacidade de ultrapassar obstáculos, mantendo firme e forte, o que realmente importa.
Parabéns por seres quem és.

Beijo.

Noemi e Rogerio Suenaga disse...

Oi amiga, acabei de ler sua constatação, e é bem legalver o quanto temos em comum, sabe meu grande sonho sempre foi ser feliz, e antes disso acontecer em minha vida, eu passava o tempo estudando e tentando preencher o vazio de não ser amada e não ter alguem pra amar. Fiz 2 anos faculdade de admistração, depois me formei em comissária de vôo (engravidei assim que conclui o curso).Por fim estava cursando enfermagem quando reencontri um antigo amor e abandonei tudo pra vir pro Japão, a história vc ja conhece... Enfim, estou te escrevendo isso só pra te mostrar que te entendo, sei que as vezes sentimos um pouco de frustração sim, mas tenho certeza que como eu o mais importante pra vc é o amor, e isso vc tem dos seus, saiba, que estamos sempre onde o pai celestial nos coloca, que é onde devemos estar, seja pra ajudar ou pra ser ajudado, a vida é sempre um aprendizado, a sua cruz é sempre do tamanho e peso que vc aguenta e precisa, e Deus só te deu ela porque vc é guerreira e aguenta a batalha.
Que Deus sempre esteja contigo nesta caminhada e te dê em felicidade todas as respostas que vc necessita.
Bjs fiquem com Deus. Noemi

Sam disse...

Amada!!! Constatação feita, ainda bem que você pode nos levar para onde quiser! Amigos virtuais que te acompanham e te sustentam em cada mudança.
Saiba que seus filhos irão gratos eternamente pelo amor incondicional que você dedica a eles, melhor sofrer com mudança de cidade que sofrer na criação deles.
Família unida permanece unida e isso vai servir de exemplo para eles, sempre! Força! BjU

Silvana disse...

Querida jacqueline, neste momento li seu comentário e vi nele somente a constatação...
Deus tem te amparado ao longo desta caminhada e eu mesmo que virtualmente venho te acompanhando, e somente me resta te dizer uma coisa:PARABÉNS.
Por seu carater, sua virtude , e sua lealdade a Deus e a sua família.
Me orgulho de ser sua amiga e mais ainda de ver em vc não tristeza ou lamentações e sim constatações.
Que o papai do céu continue te iluminando e abençoando sua família.
Beijos em seu coração e muita paz.
Silvana

Anna disse...

Jac, estou aqui novamente, lembra-se de mim?...A sócia da Dri....rsrs
Pois é, novemente lendo vc me emocionei e vi como é importante termos esperança sempre.
Parabéns pelos escritos.
Vc realmente é uma mulher de muita fibra, e sairá vencedora de todas essas "armadilhas" que a vida tem colocado em seu caminho e o trilhará sempre ao lado desse seu companheiro a quem vc tanto ama.

Bjs!!!!

Mamanunes disse...

Você está vivenciando o desenvolvimento "des-envolver". Isso é muito difícil porque somos criandos para cumprir um formato pré determinado pela sociedade capitalista. Criar raízes e consumir. A boa notícia é que voces são uma família unida, com filhos amados, livres e podem ser felizes em qualquer lugar, sempre em desenvolvimento.
E você, como uma mulher de Deus, ponderada, está mais do que certa em considerar tudo.
Conte sempre comigo, com minhas orações onde quer que estejas.
Beijos
:)

Edna Federico disse...

Mas que você é uma mulher de fibra, corajosa, a gente vê de longe!
Posso bem imaginar os transtornos, principalmente os emocionais por tantas mudanças em pouco tempo.
Desapego é algo difícil de lidar.
Apesar de não ter mudado tanto, ou melhor, quase nada, acho que somos parecidas no quesito "fazer pela família". Sou capaz também de tudo pela minha família.
Beijo e força

LUZIMAR disse...

Querida Jac, como está lindo as suas constatações, realmente abrimos mão de muitas coisas em nossas vidas em fuinção da família, deixamos nos levar por tudo o que acreditamos ser o melhor da voda (e o é) a Família.

Muitas vezes deixamos nossos sonhos e vontades para satisfazer os sonhos dos que amamos.

Mas quando encontramos algo que nos satisfaça devemos pensar um pouco em nós mesmo, nem que seja um pouquinho e sermos ainda mais feliz.

O seu cantinho é um doce, é muito bom de se vir e ficar. Nunca deixe seus amigos virtuais, mesmo que nunca nos conhecemos pessoalmente, mas no coração estamos juntos.

Você é uma mulher de fibra e com certeza ainda será mais ainda .... sempre....

Te amamos muito.

Beijos querida a você e aos seus amores.

Aline e Marcelo disse...

Toda mudança gera conflitos internos, novas questões e algum temor.
Isso é de nossa natureza.
Tenho certeza de que tudo vai dar certo e que, em muito breve, tudo estará em seu devido lugar outra vez.
Porque você tem fibra e coragem.

Beijos, mocinha.

Cin disse...

Vc é sim querida, uma mulher de fibra, coragem e muito mais.
Te admiro mto por tudo isso.
Bjos e linda semana!

R Lima disse...

A vida é assim.. você não entendeu, mas segue o já dito e que reli hoje ao acaso em outro blog.. "Melhores amigos se tornam estranhos, estranhos se tornam melhores amigos."

É isso que nos une.. amigos virtuais,.. distantes dos olhos físicos, mas perto do ouvido.. são eles que se tornam dia-a-dia verdadeiros amigos....

É a vida de constatações... e dos presentes.. a gente tem o que merece...

És merecedora!!

Bjs,




[ http://oavessodavida.blogspot.com/ ]

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Edson Marques disse...

JAC

viva o desapego!



Estava tudo maravilhosamente bem.
O blog MUDE é o mais visitado do weblogger:
Quase 300.000 acessos; cerca de 400 visitas por dia.
Ou seja, tudo perfeito para continuar assim.
Acontece que é preciso mudar...
Aliás, eu proponho que toda relação deve acabar no Pico.
Então resolvi levar meus corações para uma nova geografia.
Mudei.

Na verdade, um breve salto profundo.

E agora estou escrevendo no www.mude.blogspot.com

Quando puder, venha dançar no arco-íris da casa nova.

Abraços, flores, estrelas..
.

Cadinho RoCo disse...

Este exercício proposto, ou imposto, pelo desapego é importantíssimo porque fortalece o nosso querer e legitima nossos propósitos. É experiência dura, mas muito valiosa.
http://cadinhoroco.loginstyle.com

Lili disse...

Nunca duvidei da mulher especial e batalhadora q és e talvez por isso meu carinho e admiração por vc é tão gde.
Sempre estamos mudando de ciclo, mesmo q continuemos na mesma casa, na mesma cidade. Seus ciclos são apenas mais amplos. Talvez isso não seja de todo bom mas ruim tbm não é. Pense no quanto aprendeu e conheceu por causa dessas mudanças. Viver é recomeçar constantemente e eu torço q esse novo recomeço seja de muita luz e paz na sua vida.
Bjocas

Edna Federico disse...

Tem presentinho pra você lá no blog.
Beijo

*Clara* disse...

Mulher virtuosa, isso é o que vc é!

Linda!

Beijo.