quarta-feira, outubro 24, 2007

Necessidade...

Em certos momentos, sinto a necessidade de soltar um grito.
Um grito capaz de me libertar de quase tudo a que estou atrelada.
Rasgar meu peito.
Esvaziar-me de vícios, laços e elos.
Cair por terra e levantar-me quase vazia, bem leve.
Recomeçar sem sentir o que faz com a gente o jogo do ganhar e perder.

Mas não dá...
Então, sento-me num canto qualquer e observo:
- o que estou por perder;
- o que estou por ganhar.

Mãos atadas.
Sentimentos oblíquos.
Letargia...

Por algum tempo me sentirei uma náufraga.

10 comentários:

Pensamentos Ocultos disse...

Sim, isso também me acontece por vezes. Aquela necessidade de nos libertarmos e de nos extrairmos um pouco daquilo que se passa à nossa volta. A verdade é que nem sempre isso é possível ! :( Infelizmente !

Beijinhos e Bom final de semana .

Girassol disse...

Sabemos que não dá para fugir do que nos atormenta, nem evitar as coisas menos boas que a vida nos dá para viver.
Então, procura achar dentro de ti a força impulsionadora da vontade, porque uma hora esse sentimento vai passar para dar lugar a outros..
...e esse ciclo de coisas boas e más acontecerá muitas vezes. Solta o grito, curte um pouco essa letargia, mas de seguida, arregaça as mangas e bola para a frente!

Beijinhos.

Edna Federico disse...

Nem sempre podemos gritar como gostaríamos, né linda...suspiro...isso por vezes é angustiante.
Beijo

Edson Marques disse...

JAC,


"esvaziar-se de vícios, laços e elos": que coisa mais linda!


Um Manifesto em uma frase!

Teu poema está lindo, demais.

Obrigado pelos comentários deixados no blog Mude.


Abraços, flores, estrelas..

Alice disse...

é verdade... quantas e quantas vezes não fiquei a deriva na vida ..... bjus pra vc

Dani disse...

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH
Gritei amiga, kkkkkkkk
De vez em quando qdo estou dirigindo, coloco a cabeça na janela e solto um grito. É tão bom, me sinto aliviada!
Bjossss flor.

Lili disse...

Esse estágio é tão necessário, nos exorciza de tudo q atormenta os nossos sonhos e nos deixa livre pra seguir adiante sem esse peso.
Bjocas

O Profeta disse...

Há um farol que se chama paixão...pela vida...voa...ama...vai onde te levar o querer...


Doce beijo

Nancy Moises disse...

Eii querida estou encantada com sua poesia, seu blog esta demais, mto agradavel..Adorei te conhecer..
bjs e uma otima semana

A bailarina, disse...

As vezes me sinto como voce, vontade de gritar, de correr, de esvaziar...hunf..!
por hora chega a ser angonizante.!
Mai um dia isso ira embora...

:*