terça-feira, dezembro 18, 2007

Caixinha de sonhos

Ela olha ao seu redor e tem a certeza de que precisa desfazer-se daquele mundo, encaixotá-lo e novamente reconstruir tudo longe dali.
Lentamente, começa a colocar dentro de algumas caixas papéis, livros e outros pequenos objetos de seu escritório.
De repente, um sentimento de que algo está faltando ali.
Onde estão seus sonhos?
Olha pra dentro de si mesma e ainda os sente ausente.
_ Onde eles estão? - questiona-se ansiosa.
Recorda-se que, em dado momento, qdo começaria a vivenciar sonhos, algo fora interrompido.
Já a algum tempo não os saboreia, mas sabe que eles estão em algum lugar do qual não se lembra agora.
Certamente estão guardadinhos numa outra caixinha qualquer perdida por aqui ou acolá.
Ela sorri e se depara com um pensamento de menina moleca:
_ "Quando encontrar minha caixinha de sonhos libertarei todos eles e quero passar um bom tempo brincando de realizar sonhos novamente."

8 comentários:

Zé Carlos disse...

É menina, guarde com carinho esta caixinha dos sonhos.... feche-a muito bem para que vá junto um pouco do ar desta cidade que te recebeu tão bem... e a saudade dos amigos que aqui deixou.....
Bjs

Xubirow disse...

É o que todos queremos né?
achar nossos sonhos, que às vezes se perdem pelo caminho ^^

abraços ^^

Pensamentos Ocultos disse...

Sim, porque os sonhos são tão importantes , eles completam a nossa vida !

Beijinhos .

Edna Federico disse...

Ah, todos temos essa caixinha, né?
E é tão bom poder abri-la e deixar os sonhos voarem...
Beijos

Cin disse...

Nunca será tarde demais para os sonhos serem libertados.
Bjos e saudades!

P@ty disse...

É sempre maravihoso ter um sonho pelo qual lutar
Pena que muitos se esquecem disso
Bjos

MamaNunes disse...

Que correria Jac... Imagino como você se sente. Mas vá lá menina, a vida é mais rica quando bem vivída e sonhada, sempre...
Saudade de tí!
beijos

Nilson Barcelli disse...

Diga à sua menina que os sonhos estão dentro dela... só assim é que se conservam por muito tempo, como se fosse um alimento no frigorífico...
Gostei do seu conto, é delicioso.

Boas Festas, beijinhos.