segunda-feira, junho 02, 2008

Uma mulher sabe por que chora?

Nem sempre...
Atiram a todo instante
contra sua paciência,
contra seu sossego,
contra seu tempo,
contra sua auto-estima,
até contra sua capacidade de amar.
Ela se desvia, desvencilha-se, atiram mal.
Mas dentre tantos ataques em dado momento acerta-se.
Então dói, não se sabe bem onde, sabe-se apenas que dói.
Neste momento a mulher chora,
sente-se fraca, imensamente só e cai por terra.
Mantém-se ali, até que sofra tudo o que tenha que sofrer pr'aquele momento,
enquanto chora tudo que precisa chorar naquele momento.
Então levanta-se novamente,
por que pra deter a força de uma mulher: só a morte!
E olhe lá!

6 comentários:

Nadia disse...

Manaaa, fiz o bolo mesclado e ficou muito, mas muito bom... já foi pro meu caderno de receitas pois, com certeza, vou repetí-la mais vezes.

Beijocas e boa semana!

Lorita disse...

~Eu assino embaixo amada!

Bjm

Carolzita! disse...

concordo plenamente

AcidStorm disse...

Acho que nem morte impede viu?

Um abraço flor.

Carmim disse...

Ser mulher é uma benção, e uma tarefa árdua que desempenhamos de forma exemplar (modéstia feminina à parte)! =)

Um beijo.

Margarete disse...

Assino embaixo.
Beijo