terça-feira, outubro 07, 2008

LiNearMenTe

Por um momento gostaria de não me preocupar tanto com o que os outros pensam ou deixam de pensar (embora já tenha melhorado bastante).
Deixar de controlar meu tom de voz.
Gargalhar com muita vontade, pela simples vontade de gargalhar.
Gostaria de ao menos um dia estar livre de dar satisfações ao mundo.
Simplesmente, passar meu batom cor de chocolate e dar uma sumida sem avisar pra onde ou pra quê, nem a que horas volto!
Dar-me um tempo, esquecer do relógio, ignorar as obrigações, respirar novos ares... "desrotinar-me".
Sair desse ciclo vicioso que me rodopia sem parar já faz um bom tempo.

A linearidade da vida por vezes angustia, incomoda, atrofia.
Atrofia desejos, sonhos, planos mais ousados.
E linearmente se vive, com poucos riscos a correr... vive-se.
E a gente se acostuma- como diz Marina Colasanti:

"Eu sei que a gente se acostuma. Mas não deveria ..."

Com certeza, não deveria!

6 comentários:

Suzi disse...

esse texto da marina colasanti é daqueles que ficam na cabeceira da minha cama, sabe?
aqueles versos em que ela diz "E se no fim de semana não há muito o que fazer, a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque tem sempre sono atrasado", acabam comigo!!!
é preciso mudar, sim. a propósito, já leu o poema "Mude",
do Edson Marques??

_____________________
Jac, vi que seu blog está "linkado" no da Angela, de "O Milagre da Vida"... Então, eu achei que talvez você pudesse participar de uma campanha de solidariedade que estamos começando - pela saúde da Angela. Se você puder, dê uma lida no meu post de hoje e veja se pode ajudar.
Um grande abraço!
Suzi.

Angel France disse...

A gente se doa tanto nessa vida, que realmente nunca sobra um tempinho pra pintar as nossas próprias cores.
Somos sempre produto do meio em que vivemos.
Beijos
angel

AcidStorm disse...

Passo por uma fase semelhante... Tudo igual chega a ser tedioso e desesperador, ao mesmo tempo.

Tente fazer uma coisa diferente da habitual, permita-se, mudar um pouco nem que seja o corte ou penteado do cabelo.

Um pouco de mudança, de ânimo e de cor faz bem pro coração!

Grande Beijo ;)

Bruno disse...

É verdade, a gente se acostuma, mas não deveria. Não mesmo.

Gostei do post, serviu de puxão de orelha pra mim também.

Lívia disse...

Bom, vc fica muito bem de batom chocolate!
As obrigações podam nossas vontades diferentes, desejos e tudo mais. Tire um dia pra vc na semana,pra fazer algo diferente. bjos

Laura disse...

ahhh Jaczinha... esses dias estava esgotada, com tudo e todos... dae surgiu a oportunidade de ir à Floripa e ficar 4 dias... não pensei duas vezes... desliguei-me do mundo e fui... nossa... voltgei renovada... precisamos sim d um tempo só nosso!!!

Bjo no core.