segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Não dou conta...

Não dou conta de esvaziar minha caixa de emails
Não dou conta de retribuir todas as visitas que recebo aqui
Não dou conta de fazer todas as leituras que deveria
Não dou conta de manter minha casa organizada como gostaria
Não dou conta de forno e fogão

Não dou conta de passar toda a roupa lavada de uma só vez
Não dou conta de ir à casa de todas as pessoas que conheço
Não dou conta de manter as unhas feitas toda semana
Não dou conta de agradar a todos
Também não dou conta do meu coração...

Quando ele está preocupado e triste, ele dói e não consigo evitar
Quando ele está eufórico e feliz, eu comemoro sem exitar
Quando ele está cansado de errar, se desculpa e tenta recomeçar!
É bem verdade, não dou conta de muita coisa...
só não posso deixar de dar conta de amar!

12 comentários:

Menina do Rio disse...

Ai que também estou assim e as vezes nem dou conta de mim...


Um beijo pra ti querida

Anne Scandell fadacom disse...

Querida voei por aqui e me encantei com o seu jeito meigo de gritar como o mundo é louco, e como nós não temos o tempo que gostariamos de ter. Então se encante sempre com tudo e o pouco que consegue fazer. bjão encantado de uma fadinha que adora voar e ler para relaxar.

Angel disse...

Confesso que tb não conta muito bem - hehehe - mas o importante é nunca deixar de tentar. Principalmente no que dez respeito ao coração.
Bjs

[ rod ] disse...

O tempo é sempre cruel sim... mas quem disse que temos que dar conta de tudo? relaxa moça.r.s..s

Bjs,






Novo Dogma:
convenHamos...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Lívia Cristina disse...

A verdade é que se a gente analisar tudo o que a gente gostaria de fazer em 24 horas, dificilmente a gente da conta mesmo. Mas o inesperado da vida faz a gente se ocupar com outras coisas que são igualmente importantes, belas, partes de nossa missão. A vida tem outros planos, que as vezes não são os mesmos que a gente estabelece. Um pequeno momento agradável com sua linda família pode compensar a roupa que não terminou de passar. Mesmo que nos sintamos impotentes diante de tantas obrigações, o importante é saber que tentamos dar conta. bjs bjs bjs

Mãe do Dudu e do Guigui disse...

Eu também vivo sentindo isso. Praticamente não consigo dar conta do que me compete fazer. Vejo as pessoas ao meu lado sempre tão atarefadas, parecendo que suas vidas são perfeitas e só eu atarantada!
Deve ser mais um dos males do século, do homem moderno: ter que ser tudo sem tempo pra nada, muito menos para si.
Bj no coração e que você se compraza nas poucas coisas que consiga fazer por verdadeiro prazer, além daquelas muitas coisas que faz todos os dias por ter de fazer!!!

Edna Federico disse...

Somos polvo, amiga, riso.
Lendo isso lembrei de um texto que recebi...vou postar no blog um dia desses.
Beijo

Nilson Barcelli disse...

Cara amiga, vai ter de dar conta de pelo menos algumas coisas... rsrs...
Mas já dá conta de amar, e isso é muito importante.
Gostei do texto/poema.
Beijos.

MamaNunes disse...

Liga não querida...é que você é humana.
Concordo com o Nilson; você dá conta de amar e isso é tudo!
Um grande abraço \o/

meus instantes e momentos disse...

muito bom, muito bom.
Gosto daqui.
Maurizio

IdéiAs nO LiqUidiFicaDor!!! disse...

adorei o texto, tbm me sou assim, mas a minha lista de coisas que não dou conta é um pouco mais extensa, sei que se eu desse conta de ter mais 'vergonha na cara e boa vontade' muita coisa eu daria conta de fazer..

bjinhos

Pat disse...

Amei seu blog!
Você é muito especial, adorei os seus desabafos, são parecidos com os meus

Paty

solpatti@hotmail.com