quarta-feira, junho 29, 2011

O tempo que não volta...

Quantas vezes você já teve vontade de voltar no tempo?
Que razões te motivam a isso?

Se eu pudesse voltar atrás no tempo usufruiria mais da companhia de meu pai... sinto tanta saudade dele! Agora procuro policiar-me para não perder oportunidades em estar com minha mãe.
A gente se impõe tantos compromissos na vida, cumpre horários, está sempre correndo, mal vê os filhos crescendo, mal sente a brisa de um dia quente tocar nossos cabelos, deixa de esquentar no sol em um dia frio... pra quê? por quê? até que ponto vale a pena tudo isso?

Se eu pudesse voltar atrás no tempo usaria a maturidade com que encaro certas coisas hoje pra não cometer erros por minha impulsividade, ingenuidade e fraqueza humana. Mas estranhamente é nos momentos em que erramos que aprendemos as lições que nos tornam pessoas melhores e mais maturas. Crescer dói e sempre se paga um preço por conta disso.

Se eu pudesse voltar atrás no tempo, evitaria ter perdido um amigo.

E não há mais o que relatar. Há muita coisa que ficou pra trás e que prefiro que assim permaneça: momentos difíceis, dificuldades financeiras, o desemprego que nos visitou, desentendimentos em família, as lágrimas... a gente só sente vontade de recuperar o que é bom, o que traz luz ao nosso coração.

Por tudo isso, pela pouca experiência que meus anos de vida me trazem, é que procuro viver bem o momento presente, e mais que isso... viver com alegria, viver com vontade de ser feliz, separar o joio do trigo pra medir muito bem o que merece tirar meu sono e amargurar meu coração.
Procuro aprender a perdoar meus erros... ninguém erra por querer; erra por ainda não estar pronto para acertar. É preciso aceitar os fatos... nem sempre estamos preparados pra tudo o que precisamos viver. É preciso aprender a perdoar-se até para perdoar o outro que é tão imperfeito quanto vc.
Procuro valorizar (como posso) quem me quer bem, quem demonstra preocupar-se comigo, quem dedica parte do seu tempo ao meu riso, ao meu choro, ao meu falar, ao meu silenciar, ao meu errar e me desculpa... e tem paciência comigo... e gosta de mim apesar de saber que não sou perfeita e que não vou acertar sempre.

5 comentários:

... disse...

Na verdade o que passou não tem como volar, assim como também não tem como prever o futuro, o que temos que fazer é viver o presente da melhor forma possivel sem as amarras do passado nem as expectativas do futuro, pois o momento presente é agora!!!!

Lívia disse...

as vezes bate uma nostalgia mesmo e chegamos a conclusão de que se voltassemos fariamos outras escolhas, mas talvez não chegaríamos a essencia imperfeita do que somos hoje. Que arte dificil essa de viver não é?

Gabriel disse...

Olá meu nome é Gabriel sou do Rio de Janeiro e te convido a participar do meu blog, conto com você

http://drivesoulrock.blogspot.com/

Núbia Lima disse...

Eu gosto de vc assim....sinto saudades....e acho que de alguma forma vi o quanto vc batalhou.. e sou feliz por cada conquista sua!!! beijoss com enorme carinho!! Núbia

Laura disse...

Jac...

Não podemos nos sentir culpadas de fatos acontecidos... devemos sim vivenciar o hoje, para que amanhã, ele nos traga saudades gostosas!