sexta-feira, maio 11, 2007

Vento e solidão

Madrugada fria...
De repente, meu sono é interrompido por ruídos na janela.
Ainda meio confusa e aturdida, atento-me ao barulho e experimento sensações não muito boas
medo,
insegurança,
chego a fazer uma prece.
Era apenas o vento brincando de ser forte.

Sabe aquilo que faço quando tenho pesadelos?
A vontade de virar meu corpo todo em direção ao seu, aconchegar-me proxima a teu peito a ponto de ouvir bater seu coração, fechar os olhos e ficar ali até novamente adormecer...
quente,
amparada,
protegida por seu amor.
Preciso sim despedir-me, fechar um ciclo, pois não vivo bem sem você perto de mim.

5 comentários:

Marina disse...

aii q lindoooo


ainda bem q eu to indo agora, nesse exato momento embora pra casa..ver meu boyfriend...senao eu ia ter uma crise de choro agora, com seu poema.!..:D

mó saudade!....


BEijaoo!!!!

Narinha disse...

Oi querida, vim te fazer uma visita e agradecer a sua presença no site Nos Braços do Pai, logo logo seu blog vai estar lá na página de blogs amigos. Tenha um lindo fim de semana...beijocassssss

Zé Carlos disse...

Jac querida, FELIZ DIA DAS MÃES, e que o Papai do céu seja muito bondoso com vc e sua família toda... Tudo se arrumará.
Bjs do ZC**

*CLara* disse...

Ai amiga, sei bem o que vc sentiu...

Agora, que durmo sozinha, muitos temores me assolam de noite.

Confesso, tenho medo demais.... ainda, pois tudo é muito novo. A noite, me assusta.

Mas ao mesmo tempo, eu confio no meu Pai do céu, que coloca anjos poderosos e iluminados pra nos proteger de todo mal que possa nos acontecer.

Que os anjos de Deus, estejam cercando toda a sua casa, livrando vc e suas crianças de tudo aquilo que não é bom. Amém!

Beijo.

LUZIMAR disse...

AQUI TAMBÉM TUDO MUITO LINDO JAC.
QUE DEUS A ABENÇOE SEMPRE.

TENHA FÉ E CONFIANÇA EM DEUS "ELE" É MAIOR QUE QUALQUER DIFICULDADES.

UM GRANDE ABRAÇO E UM FELIZ DIA DAS MÃES.