sexta-feira, abril 04, 2008

Falsa visão de liberdade

Era apenas um beija-flor, um beija-flor que errara seu curso.
Era só mais um momento corrido de preparação de almoço, mas o alvoroço com que meus filhos adentraram pelo corredor em gritos... ah, aquilo não estava normal.
_ Um beija-flor, mãe! Vem rápido!
E me tiraram da beira da pia puxando-me pelas mãos.

É que na sala da casa onde moro agora, há uma parede feita de vidro.
Chegando lá o vi, desesperado, batendo rapidamente suas asinhas em direção ao vidro, como se quisesse ultrapassá-lo. E era essa a intenção.
Do outro lado do vidro, vê-se um belo jardim, árvores altas e algumas flores que contrastam com a paisagem urbana do local.

Eu não sabia como ajudá-lo, não sabia como tocá-lo.
As crianças assistiam, como eu preocupadas, aquela cena e não sabíamos bem como agir.
Algumas pequenas penugens já se soltavam de suas asas tamanho era o esforço que fazia.
Já demonstrava um vôo cansado, mas não desistia.
Por fim, com a ajuda de um lençol o envolvi e o livrei daquela falsa visão de liberdade, devolvendo-o aos ares.

Mas, por quanto tempo ele permaneceria ali lutando por algo que nunca aconteceria em sua vida?
E se não houvesse alguém para ajudá-lo naquele momento?

Quantas vezes não nos comportamos como aquele beija-flor e empenhamos todas as nossas forças em algo que, além de não ser bom pra gente (embora pareça) ainda nos pode vir a prejudicar?
E como em momentos assim se faz importante a presença de alguém que se preocupe com a gente e nos ajude a ver de fato a realidade, por vezes, ofuscada por nosso desejo, por nosso querer.

Bom mesmo é experimentar a liberdade de voar por algo que valha a pena! Beijos

7 comentários:

♥M@cellY♥ disse...

"Bom mesmo é experimentar a liberdade por algo que vale a pena"
Concordo plenamente...
Meu Deussss, como eu não cheguei aqui antes?
Esse lugar é maravilhoso.... vc escreve maravilhosamente bem... tem aconchego aqui.

Juro que volto!
Ah... vou colocar seu linck no meu blog, ok?
Espero resposta... se estiver tudo bem, eu coloco ele lá... esse blog precisa ser visitado pelos meus amigos...

Espero resposta!
Bjo grande e parabéns!

Responda, se possível em

http://aprendendoaviver1.blogspot.com/

R Lima disse...

E eu me preparando para deixar de ser.. r..s.s

Bjão moça,



Texto de hoje: enQuAdrEs...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Lorita disse...

Poxa amiga, que lição heim?
Há que se pensar nela.

bjm

Marciley disse...

Tem um presente especial no meu blog pra vc...beijo amiga!

тαynαн disse...

"Mas, por quanto tempo ele permaneceria ali lutando por algo que nunca aconteceria em sua vida? "

ótima pergunta.
Acho que olhamos pelo vidro a imagem que queremos e depois nem percebemos que ele está ali.
Mas...é complicado.
ótima pergunta.
Pensarei a respeito por toda semana.

beijos.

Carmim disse...

Isso me leva a pensar que tal como o beija-flor não tinha consciência de que aquele vidro era um entrave, muitas vezes, também nós insistimos excessivamente em algo porque ainda não tomámos consciência de que não é viável.
Bater com a cabeça na parede para aprendar, é assim que crescemos. E tens toda a razão, é óptimo ter alguém por perto, que mesmo que não nos possa impedir de bater, vai estar lá para nos "Tratar" depois!

Um beijo querida.

Ivan disse...

Estou de volta para partilhar desse mundo de blogueiros.
Senti falta disso sabe?

Posso lhe pedir que venha me visitar nas novidades que pretendo manter vivas?

Http://momentosnossos.zip.net
Http://algumaspalavras-ivan.blogspot.com