domingo, junho 08, 2008

Dª Esperança

Dª Esperança, como é bom receber-te em meu peito tão castigado com as agruras do dia-a-dia.
Como é bom brindar tua chegada e sentir-te junto a mim.
Fica, não vá embora com prazo marcado.
Fica, presenteia-me com a boa notícia.
Há tanto anseio que me contemples com o inverso do que a realidade me traz.

Ah Dª Esperança, vens carregada de sonhos, sonhos que emanam um doce perfume.
É bom sentir este suave aroma de felicidade e de satisfação próprios da tua presença.
Permito-me o sonho, o desejo, a vontade de encontrar em minha porta aquele pacotinho embrulhado com laço de fita dourado, enviado por ti com um bilhetinho:
"_ Acabo de vir de uma reunião com o Pai. Depois de muito conversarmos sobre você decidimos por lhe presentear com o que tanto anseias. Toma, faz bom uso dessa dádiva!"


É, Dª Esperança, é isso que faz comigo quando fica assim...
bem pertinho de mim!

12 comentários:

Anne disse...

Que fofinho esse post, Jac!!! Fez sentir uma coisa gostosa aqui dentro do peito, muito doce mesmo!

Espero que o Pai mande me entregar um pacotinho desses tb, com aquilo que eu mais quero...enquanto isso não acontece eu espero pacientemente, como sempre fiz, tentando não fazer besteira e nem quebrar nada!

Lindo,lindo,lindo! Bom ver vc devolta lá no chá tb, senti sua falta! Beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá minha querida JAC, linda postagem... Deu alegria ao meu coração...Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Carolzita! disse...

Lindo post querida!

beijos

AcidStorm disse...

Mas diga lá se não é bom te-la bem pertinho?

cõllybry disse...

Oi linda, que gratificante a Tua visita, a qual agradeço...Tudo bem?

Na esperança, meu terno beijo

Lluzinha disse...

Ameei o post, tava precisando ler algo assim, sabia!?

Tou c/ um blog novo, o endereço é www.alternativeworld.blogger.com.br

Bjuu!!

O Profeta disse...

Sou!? Serei apenas um desalinhado?
Pensador fugitivo ao agreste sonho
Uma pedra pensante no meio da ilha
Meio Homem, meio Arcanjo, um ser bisonho


Convido-te a navegares esta vaga de sentires


Mágico beijo

O Profeta disse...

Sou!? Serei apenas um desalinhado?
Pensador fugitivo ao agreste sonho
Uma pedra pensante no meio da ilha
Meio Homem, meio Arcanjo, um ser bisonho


Convido-te a navegares esta vaga de sentires


Mágico beijo

Carmim disse...

Esse é um daqueles textos que nos faz sentir aconchegados nas palavras e nos deixa com vontade de ver o mundo com novas cores!

Beijo Jac.

Carmim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Georgia disse...

Essa D. Esperanca tem muito prá contar e muito para presentear. Espero que ela traga algo de bom para você.
Abracos

Jeff disse...

... JAC ...

Falar de esperança é algo tão complexo.

Viver sem ela achoq ue não sei, pois é ele que ás vezes me faz acreditar em muitas coisas que já havia perdido a confiança, que havias desecreditado, que não via mais solução. E depois de rsolvidas, vejo que veleu a pena ter ela junto a mim.

A D. Esperança como tu colocas no texto, nos traz cada presente, casa surpresa e com certeza isso é muito bom ... ahhh, como é bom!

Mas em contra partida, a esperança também traz consigo algumas coisas que não são tão boas, de fato traz: a desesperança, ilusão, trsiteza, dor ...
Com certeza isso não é bom ... por isso na maioria das vezes tento aliar a esperança com a razão para depois não se surpreendido por algo que não esperava.

Mas para ti falar a verdade, não consigo ser assim sempre, gosto de ter a esperança nua e crua, sem outro sentimentos alidos, e co isso tbm corro o ridco de todos: o de sair completamente satisfeito com o pacotinho embrulhado com laço de fita dourado, ou então de não gostar do conteúdo que o mesmo pacotinho me foi entregue.

Bjão!