segunda-feira, agosto 25, 2008

Uma dor que não se evita.

Hoje eu simplesmente não estou bem.
Sinto-me mal humorada agora à noite e minha cabeça dói.
Provavelmente seja pelo fato de meu pai estar passando por mais uma internação.
Não há como negar que isso me desequilibra.
Vê-lo sobre uma cama, completamente dependente de tudo e de todos é muito triste.

Trabalhei pela manhã, passei a tarde com ele no hospital.
Um fiozinho de voz, pouco entendia o que ele tentava me dizer.
Mãos amarradas à cama, por ter tentado se livrar do incômodo soro.
Alimentando-se com dificuldade.
E em meio a tudo isso, um demorado aperto de mão.
E eu me sentindo tão impotente diante daquela prisão.
E dói um pedaço de mim assistir a tudo isso sem poder melhorar nada.

E penso que a velhice poderia assemelhar-se mais a campos floridos que a prisões entediantes.
Que mereceria tratar-se mais de um prêmio por toda uma vida e missão cumprida que de um castigo.
Mas o que conta minha opinião?
É assim...

7 comentários:

MoonLight disse...

Querida, concordo contigo quando dizes não compreender como pode uma pessoa, depois de passar por tantas coisas na vida e ser merecedor do campo florido, ter que sofrer de doenças e males. Não é justo, não é justo mesmo.

Melhoras pro teu pai e um grande beijo prá ti, mimosa!

Alice disse...

ainda assim teu pai é privilegiado... conseguiu criar uam folha amorosa e preocupada.... na vida, o corpo estraga e envelhece, mas o amor que damos e recebemos , esse levamos para sempre em nossos corações.


bjka pro teu pai e pra voce.


força e fé !

Thiago disse...

Concordo contigo, a pessoa vive tanto e no fim, na maioria das vezes que é como ocorre para numa cama de hospital, trabalhou tanto a vida inteira pra fazer o melhor sempre né ? Seria muito bacana ver muitas pessoas já acima do que chamamos de idade média descansando sim, com belos jardins sim, sons de pássaros sim... mas paraísos só existem em contos de fadas né? Melhoras a teu pai e a ti também ! Força aí.

Um beijo e excelente terça.

Cin disse...

AH Jac infelizmente existem dores que a gente n�o pode evitar.
Uma das piores delas � exatamente esse sentimento de impot�ncia diante das enfermidades das pessoas que amamos.
Queria poder dizer algo para confort�-la mas as palavras me faltam neste momento.
Sua familia estar� em minhas ora�es.
Fique com Deus querida!

Carolzita! disse...

Ahh eu acho que a vehice deveria ser descanso pra nossos entes e para nós mesmo, daqui há um tempo e não ocupando um leito...

Mas o qe vc pode fazer por ele, está fazendo, que é cuidando, dando atenção e carinho...


Melhoras para todos vcs!

Beijos

Tati Buratti disse...

Oi, querida! Deixo aqui meu carinho e uma abraço apertado! Beijos!

Anônimo disse...

bom comeco