domingo, março 01, 2009

Sofrimentos (des)necessários

Há situações na vida pela qual passamos que nos ferem demais o coração: a perda de alguém querido, decepção com pessoas de nosso convívio, um amor não correspondido, infelicidade no casamento, desemprego... enfim, "N" fatores podem comprometer nosso equilíbrio emocional causando-nos sofrimentos necessários "ou não".

É quando RAZÃO e EMOÇÃO começam a medir forças dentro de nós.
A razão aponta um caminho e a emoção recusa-se a seguir ou vice-versa.
Como se uma não quisesse dar o braço a torcer à outra e em meio a esse conflito, NÓS.

Vc sabe que aquele homem não está a sua altura e não vai te fazer feliz.
Vc percebe que aquele teu amigo(a) não deu o devido valor e reconhecimento ao bem-querer que dedicaste a ele(a).
Reconhece que aquele emprego estava acabando com vc e que a busca por outra oportunidade pode ser algo melhor.
Que a vida tem um fim e que pessoas queridas um dia se vão.
Constatações da razão que o coração ignora... e SOFRE!

Não são poucos os blogs que expoem e questionam suas decepções amorosas.
Eu tenho a graça de ter encontrado um amor maravilhoso que chegou de forma única em minha vida, pra ficar e não me causa decepção.

À parte o amor, as amizades sempre testam meus sentimentos.
Amo lidar com pessoas, relacionar-me, trocar idéias e em meio a isso, me envolvo, me exponho, me deixo cativar... triste perceber qdo tudo isso é em vão.
A rejeição em uma "amizade" tb nos causa gde decepção. Não ser compreendida e perceber que já não é aceita na vida de alguém, dói.
Mas será que se perde um amigo?
Amigos de verdade nunca te abandonam.
Amigos são pra sempre... quem se perde de nós pode ter sido outra coisa qualquer, AMIGO não.

Entre um conflito e outro, uma aprendizagem, crescimento.
Dolorosamente a gente aprende que é em vão vc tentar impor a sua presença na vida de alguém.
Estar na vida de alguém é fruto de um desejo em comum, não de um desejo seu.
Quando a razão diz... aceita, sai, deixe livre! - o coração faz força e quer ficar.

É quando, eu em especial, recorro a Deus, pedindo o desempate, o discernimento e a sabedoria, assim como diz na ORAÇÃO DA SERENIDADE:

"Concedei-me, Senhor,
a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso mudar,
coragem para modificar aquelas que posso
e sabedoria para distinguir umas das outras".

E me recordo de um conselho de meu saudoso pai:
_ "Filha, nada forçado se ajusta!"

Levanto-me do tombo e continuo minha caminhada com as bençãos de Deus e a presença dos que aprenderam a me amar nesta vida.

Uma boa semana a todos!

13 comentários:

Menina do Rio disse...

Vivemos um eterno conflito em a razão e o coração. É dificil a aceitação de perdas, mas o certo é que se optarmos por seguir o coração, estaremos sempre impondo-nos contra a razão e vice e versa. O equilíbrio? Quando alguém o encontrar, por favor, me diga!
O coração é um vulcão e a razão, uma geleira...

um beijo de boa semana pra ti

[ rod ] disse...

São tantos conselhos e mesmo assim nos perdemos. São tantas dicas ao longo do tempo e mesmo assim há quem nunca encontre a saída. Eu me resguardo nas vivências, me acerto nas loucuras que me proponha a crer e, em fase final, me preparo sorrateiramente ao que virá. E virá, sei que virá, alegrias e desapontamentos.

Bjs moça e obrigado pelo papo daquele dia,










Novo Dogma:
maRcas...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

*Cris* disse...

Sim, minha amiga...

A gente se entrega e muitas das vezes, quebra a cara e dói.

Vai passar... nao vai?

Beijinhos...

- [C!] Carol disse...

De alguma forma Todos nós somos perdidos, perdidos que brigam com um infeliz que julga saber quem deve mandar, razão ou emoção e que mesmo brigando pede sempre outra chance , porque hoje, neste momento nós não temos nada, nem amor, nem saudade, só um coração batendo no peito.Sem palavras, sem musica, sem poeta.Viver assim é como ter tudo e se ver sem nada,é como andar de dentro pra fora, é ser um homem armado mirando contra si próprio.É desmoronar todos sentidos concretos e estilhaçar todos princípios ao som de memorias, eu morreria por algo inimaginável,fecharia os olhos para ter algo impossível, eu morreria para ter vida.
Aqui estou o poeta perdido, por instantes sou quem nada teme e é nesse instante que me encontro perfeitamente.

Tenha um otimo dia ;D
Isso ficou tão legal que vai ate virar postagem .
Apartir de hoje sou sua seguidora e estarei sempre aki deixando um comentario pitoresco!

Zeze disse...

Oi
Vim visitar sua casinha :) e fico muito contente por você ter gostado do meu post :)

Beijoka Boa

Luan disse...

Olha não acho que o sofrimento seja desnecessário, faz parte das descobertas do que é a vida.


Mais olha, lute e não desista e pense no que quer, alguns caminhos não tem volta.

Até.

Jaqueline Sales disse...

Estou down com algumas das questões que você enumerou aqui, Jackie. E como elas são insistentes e persistentes no meu caminho! Sinceramente, há momentos em que uma pisciana com ascendente em escorpião deseja ardentemente "quebrar o pau da barraca" para tentar salvar o guarda-sol. Mas essa não seria a solução. Mas, qual é a solução? Mesmo sem saber, arrisco dizer que o tempo sabe e trará essa resposta, amiga.

BeijUuvoooooooooooooossssssssss da Loba

Marco Romano disse...

"Uma folha de papel em branco!"

"Via-me, sentado a mesa diante de uma folha de papel em branco! Eu podia fazer dela o que bem entendesse. No verso havia um texto, com as regras a seguir, regras essas que eu mesmo fiz! Eu li as regras, entendi, mas as ignorei! Então peguei a folha em branco e a pintei-a de vermelho. Carreguei-a comigo por toda parte, em casa, no trabalho, e embaixo do travesseiro! Para que sempre pudesse me lembrar daquilo que queima as veias e faz você ter alucinações e êxtase. Essa página flutuava ao meu lado como avião de papel e eu divertia-me vendo-a voar! Assim sendo, achei que ela voava comigo. Mas não, ela apenas voava! Então quando pousou em minhas mãos e eu quis olhar para o vermelho, ela descoloriu-se e eu me vi sentado a mesa diante de uma folha de papel em branco!"
-----

é assim que as coisas acontecem pra mim também!

Angela disse...

Não importa o que passamos, nossas dificuldades, mas creia que Deus fará cada vez mais pela sua vida.
Tudo que você pedi, Ele ouvirá, mas saiba que tudo acontece no tempo dele.
Abraço!!!!!!!!

Angela disse...

As pessoas sempre irá nos decepcionar,mas nós também iremos decepcionar pessoas,mas cabe a nós como pessoas a mudar e sempre nos imaginar no lugar da outra pessoa.
Sabe o que nos diferencia da outra pessoa?Os sentimentos...
Ninguém sente por igual...
Então nunca permita que os sentimentos de outra pessoa possa te ferir...
Bjim!!!!

Nilson Barcelli disse...

A razão e a emoção são duas "desgraçadas" que passam a vida a combater-se...
Mas ainda bem que é assim, pois não poderíamos viver com uma delas apenas.
A amizade não se constrói, acontece. Sem esforço, sem nada de racional que a provoque.
Excelente post querida amiga, gostei imenso da sua abordagem. Como sempre...
Bom fim de semana.
Beijo.

Anne Scandell fadacom disse...

Sofrer é uma forma que os seres humanos inconscientemente escolheram para crescer como pessoa e espírito. Foi a oportunidade que Deus nos deu de virarmos a pagina da vida e começarmos mais experientes. O erro nos ensina a seguir em frente de um novo modo, tendo outras pespectivas para sermos feliz. Bjão encantado.

Mãe do Dudu e do Guigui disse...

Gostei muito do conselho que seu pai lhe dava. Realmente, nada forçado se ajusta.
Vou ver se consigo interiozá-lo, assim sofre-se menos.
Bjs