quinta-feira, outubro 01, 2009

A cada passo

Passos involuntários me conduzem...
Não sei bem aonde o caminho que escolho a cada dia vai me levar
Mas sigo confiante apostando no que registra os compassos do meu coração.
Nem sempre flores
Nem sempre estrelas
Sempre um aprendizado
Por vezes, superação
E o desejo incessante de sorrir pra vida
De dar chance aos sonhos
De correr limitados riscos
E sentir emoções que pulsam e por vezes nos deslocam os pés do chão.

O caminho é meu, mas eu não sigo sozinha
Nem sozinha quero estar
Estendo minhas mãos e busco alianças
de prata
de bronze
de madeira
de linhas coloridas
mas que não representem laços fracos que se desfaçam à primeira intempérie que vier.
A aliança dourada certamente me acompanha pela estrada a passos bem contados, dimensionados, estreitos, bem próximos
E me sinto protegida e segura
E isto me traz enorme bem.

É de amor que se vive bem:
amor por quem com vc convive
amor pelo trabalho com que ganhas o sustento
amor por tua casa
amor pelos filhos com que foste presenteado
amor por tua cara-metade
amor ao proximo
amor a ti mesmo
com bases sólidas e alicerçadas no amor de Deus
que inquestionavelmente nunca te desprezará.

5 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA JAC C.BELO POEMA AMIGA... GOSTEI MUITO...ABRAÇOS DE CARHO E TERNURA,
FERNANDINHA

[ rod ] ® disse...

o caminhar é o ato mais certo a ser feito... nele e por ele nos rendemos e aprendemos... bom mesmo é caminhar de mãos dadas... bjs.

Zeze disse...

Oi
Lindo suas palavras, é de Carinho e Amor que se faz o dia a dia...

Beijoka

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O amor e suas infinitas possibilidades.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Nilson Barcelli disse...

O caminho faz-se caminhando.
E acompanhado de amor, tudo se torna melhor.
Belo texto querida amiga, gostei imenso.
Beijos.