terça-feira, janeiro 04, 2011

Uma mulher que lê

Um casal viaja de férias para um hotel-fazenda.
O homem gosta de pescar e a mulher gosta de ler.
Certa manhã, o marido volta depois de uma noite de pescaria e resolve tirar uma soneca.
Apesar de não conhecer bem o local, a mulher decide pegar o barco do marido e ler no lago. Ela navega um pouco, ancora e começa a ler seu livro.
Chega um guardião do parque ao lado do barco da mulher e fala:
- Bom dia, Madame. O que está fazendo?
- Lendo um livro - ela responde e pensa: será que não é óbvio?
- A senhora está em uma área em que a pesca é proibida.
- Não estou pescando, tenente, estou lendo.
- Sim, mas está com todo o equipamento de pesca. Pelo que sei, a senhora pode começar a qualquer momento. Se não sair daí imediatamente, terei de multá-la e processá-la.
- Se o senhor fizer isso, terei de acusá-lo de assédio sexual.
- Mas eu nem sequer a toquei.
- É verdade, mas o senhor tem todo o equipamento. Pelo que sei, pode começar a qualquer momento.
- Tenha um bom dia, Madame - ele diz e vai embora.

Moral da História: Nunca discuta com uma mulher que lê. Certamente ela pensa.

(Recebido de Silvia Orlangia, por email)

6 comentários:

intimidades disse...

ahahahah

brilhante

Beijos
Paula

intimidades disse...

ahahahah

brilhante

Beijos
Paula

Nilson Barcelli disse...

Farte de me rir... eheheh...
Uma história bem engraçada.
Beijos, querida amiga.

Jeff disse...

PERFEITO !!!! rsrsrsrsrsrsrsrs...
Mulheres... Mulheres...
Sempre tem uma carta na manga, imaginas aquelas que lê?
rsrsrsrs

Sentimentares disse...

Da Horaa...Aproveita E Acessa http://www.sentimentares.blogspot.com/ E Se Puder Comenta E Publica ? Brigada...

Paulinho disse...

Vero...